segunda-feira, abril 16, 2007

Achas para a fogueira...


Não desculpa, nem justifica, nem explica coisa nenhuma. Mas é interessante que este advogado não tenha o nome na Ordem... Para justiceiro... vai mal...

5 comentários:

polegar disse...

AHAHAHAHAHAHAHAH

... respira

AHAHAHAHAHAHAHAH

:))

Anónimo disse...

A guisa de esclarecimento:
1.Os advogados se tiverem a inscrição da ordem suspensa não deixam de ser advogados. Ok?
2.As causas da suspensão podem ser diversas (incluindo a incompatibilidade de exercício da advocacia com outras actividades). 3.A suspensão pode ser requerida pelo próprio advogado.

MPR disse...

Seja... mas mesmo assim não acho que chegue. Acho que temos que ter uma comissão de inquérito, investigar cada carta e papel, e gastar pelo menos 3 semanas a debater o caso. Já que não há mais problemas que resolver claro.

outro anónimo disse...

E quem vai resolver os problemas? Um ministro mentiroso? Não obrigada. Não é preciso um curso superior para ser alguém, mas é preciso muita lata para mentir a um país inteiro! Uma coisa é um advogado nunca ter exercido e não precisar de estar na Ordem, outra coisa é uma pessoa ser primeiro-ministro de um país, mentir e andar sempre escondido! E até a própria universidade vir dizer que os papeis foram forjados. E se é assim tudo tão transparente então porquê a censura que anda aí?

FuckItAll disse...

Não será este? (por mais que me agradasse apanhá-lo de calças na mão, salvo seja)

http://www.oa.pt/Servicos/PesqAdvogados/pesquisa_adv.aspx?idc=31897&cedula=3976&ordenacao=0&nome=Marques+Mendes