terça-feira, abril 24, 2007

EMDR


O processo que começámos a utilizar há umas aulas atrás está a ser usado principalmente como forma de melhor conhecermos o nosso personagem. Usamos este método para atingir um estado de relaxamento especialmente profundo, conseguirmos desligarmo-nos de nós próprios e, através de um percurso relativamente demorado, transformarmo-nos no personagem. Após esta transmutação vamos reviver as memórias do personagem. Elas não nos são dadas, nem temos tempo de racionalizar sobre elas, é-nos dito para nos "lembrarmos" de algo que se tenha passado e nós, automáticamente, lembramo-nos. De onde vêm estas recordações? Pouco importa. É algo nosso, que nós como actores damos ao personagem e que a personagem nos dá a nós em troca, permitindo assim conhecê-la melhor, saber-lhe o passado, os gestos, os gostos, a vida que a envolve para além da peça. O problema é que, apesar de fazermos um regresso cuidado ao nosso próprio corpo, essas memórias não se desvanecem. E apesar de sabermos que não é nada connosco elas tendem a alterar-nos. Ontem passei uma hora e meia difícil... foram ter comigo, perguntaram-me se estava bem, se estava cansado, se se tinha passado algo. Não se passou... foram as memórias do outro. E eu sei que isto é estúpido, aquele personagem nem sequer existe, na peça nem sequer é um personagem, são três ou quatro momentos desconexos, tudo foi criado, "inventado" por mim. Mas a verdade é que não consegui desligar, não consegui fugir do terrivel passado daquele homem...

Ainda bem que não sou actor... arriscava enlouquecer se fizesse certos papeis...

2 comentários:

polegar disse...

vai-te habituando. todos deixam cicatrizes... e saudades, curiosamente.

belinha disse...

O ilustre Blogger poderá soprar um voto na direcção da minha Bruxinha?
Os CTT deram a todas as pessoas a possibilidade de desenhar um selo. Escolhi o tema O imaginário infantil e a minha proposta é uma Bruxinha.Espreite-a e se gostar dela vote para que ela possa viajar nos envelopes de Portugal em 2008 e encantar as nossas crianças!Obrigada!

Vote aqui na Bruxinha e não se esqueça de confirmar o voto no email que vai receber